O Tribunal de Contas da União (TCU) multou Maria Letizia Jimenez em R$ 3 mil, por irregularidades na licitação da construção, pavimentação e restauração da interligação das BRs 277 e 469, conhecida como Contorno Rodoviário de Foz do Iguaçu (PR).

Letizia era a presidente da comissão de licitação da Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes do Paraná (Dnit-PR). As empresas Sanches Tripoloni e ARG foram consideradas inidôneas por cinco anos. As empresas ainda foram multadas em R$ 20 mil, por colocar em risco a vida dos usuários.