O ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, afirmou nesta tarde que o nome da pessoa que será designada para a direção do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) será anunciado ainda hoje.

Ao chegar ao ministério, após reunião com a presidente Dilma Rousseff, o ministro reafirmou que a decisão tomada no início da tarde de afastar temporariamente o então diretor-geral interino José Henrique Sadok de Sá ocorreu devido às denúncias publicadas hoje no jornal O Estado de S.Paulo.

“Logo, logo, vou estar designando um diretor para assumir o cargo. Desejo que seja hoje”, afirmou. Sadok, que é diretor executivo do Dnit, estava também acumulando, como interino, o cargo de diretor-geral, pois o titular do posto, Luiz Antônio Pagot, está de férias e corre o risco de não reassumir a direção. Passos também disse que, se forem necessários, novos ajustes no comando do Ministério dos Transportes ou do Dnit serão feitos.

Passos confirmou que a substituição de Sadok foi tratada na reunião com Dilma, mas disse que outros assuntos também foram abordados, como as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e a liberação das licitações que foram paralisadas após as denúncias de corrupção, que culminaram com a saída do ex-ministro Alfredo Nascimento.

“Vamos liberar gradualmente as licitações e termos aditivos que tenham a ver com a garantia de segurança nas estradas e o que for razoável como, por exemplo, contratos de manutenção”, disse.