A pré-candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, foi a primeira a anunciar o nome que ocupará a vaga de vice pela sua chapa. Após participar nesta quarta da série de sabatinas promovida pela Rede Record, Soninha confirmou o presidente estadual do PMN, Lucas Albano, para a vaga. A aliança, segundo ela, foi fechada no fim da semana passada.

“A menos que eles (dirigentes do PMN) tenham faltado com a verdade, está fechado”, brincou Soninha. Segundo ela, a única hipótese de Albano não se confirmar na vaga seria em caso de o PPS fechar acordo com outros partidos. “O PMN desde o começo topou, já sabendo que a gente ia tentar agregar outros partidos.” Se isso ocorrer, a vaga será negociada com a coligação.

Após a sabatina, Soninha também declarou que “não suportaria” ser vice do tucano José Serra. No início da pré-campanha, o presidente nacional do PPS, o deputado Roberto Freire (SP), amigo e aliado do tucano, reivindicou a vice da chapa como condição para se coligar ao ex-governador.