O candidato do PSDB à Presidência da República, senador José Serra, antecipou sua vinda ao Paraná na reta final da campanha. O tucano vem neste sábado (dia 21) ao Estado. Serra visita Londrina, Maringá e Curitiba, onde serão realizada carreatas pelas ruas centrais das três cidades. Originalmente marcada para o dia 28, a vinda do senador neste final de semana foi decidida na reunião da coordenação geral de campanha realizada ontem em Brasília por sugestão do governador Jaime Lerner (PFL).

O governador, que está licenciado do cargo para as campanhas de Serra e do candidato do PSDB ao governo, Beto Richa, participou da reunião de ontem do candidato presidencial tucano. Segundo a assessoria de Lerner, ele sugeriu que nos últimos quinze dias de campanha o senador visite pelo menos as 50 maiores cidades do País. A reunião também serviu para definir as ações finais da campanha e programar a participação do candidato tucano no segundo turno das eleições.

Lerner começa oficialmente sua licença hoje participando de um comício com Beto Richa em Ponta Grossa. Até o dia 26, o governador deve se dividir entre os eventos de Serra e Beto. O candidato tucano ao governo e Lerner acompanham Serra nas atividades de Maringá, Londrina e Curitiba. O presidenciável deve visitar Londrina e Maringá pela manhã e reservar a tarde para a campanha em Curitiba.

Campanha

Beto Richa recebeu ontem o apoio de professores do Litoral, durante jantar com a presença de cerca de 800 pessoas no Clube Seleto, em Paranaguá. Ele ressaltou que a educação será a prioridade de seu governo e apresentou algumas propostas, como o desafio de erradicar o analfabetismo; o estímulo ao ensino médio profissionalizante; e a eliminação de distorções salariais entre os professores. Segundo o secretário da Educação de Paranaguá, Edson Coelho, as propostas de Beto Richa são sérias e representam a evolução do ensino no Paraná.

Após o jantar com professores, Beto Richa participou de um comício no bairro Eldorado, em Paranaguá, com a participação de cerca de 3 mil pessoas.

Taniguchi pede licença

A Câmara Municipal aprovou ontem o pedido de licença do prefeito Cássio Taniguchi (PFL). Ele deixa a Prefeitura na próxima segunda-feira, dia 23, com a justificativa de que irá atuar na campanha do candidato do PSDB ao governo, Beto Richa. Taniguchi fica fora da Prefeitura até 3 de outubro, três dias antes da eleição marcada para o dia 6 de outubro. O presidente da Câmara, João Claudio Derosso (PSDB), assume a Prefeitura neste período e será substituído na Câmara pelo vereador Mauro Moraes (PSC).

De acordo com a assessoria de Beto Richa, o prefeito vai atuar como cabo eleitoral principalmente em Curitiba e Região Metropolitana. Ele vai participar de eventos em bairros da capital e nas cidades vizinhas. Eventualmente, pode acompanhar Beto e Lerner em visitas a cidades do interior. A assessoria do candidato tucano informou ainda que o prefeito de Curitiba deverá aparecer no programa eleitoral gratuito em rádio e televisão.