Conforme antecipado por O Estado no último domingo, a Secretaria Estadual de Saúde encaminhou, nesta segunda-feira, à Assembleia Legislativa documento descriminando a destinação dos R$ 10,2 milhões que serão devolvidos nesta terça-feira pelo Legistavo como resultado das medidas de economia adotadas pela nova administração da Casa (redução no número de comissionados, revisão dos contratos, corte de gratificações, entre outras). Todos os recursos serão utilizados nos hospitais da rede estadual.

No documento, a secretaria descreve item por item onde serão aplicados os recursos, em cada uma das unidades de saúde do Estado. Confira quanto vai para cada hospital:

O Hospital Regional de Ponta Grossa vai receber R$ 1,834 milhão, sendo R$ 94 mil para compra de incubadoras, tomógrafo (R$ 900.000,00), digitalizadora (R$ 600.000,00) e nobreak (220.000,00), além de R$ 20.000,00 para construção de Central de Material.

O Hospital Regional do Litoral receberá R$ 2,1 milhões. Destes, R$ 1,8 milhão vão para a construção de almoxarifado e refeitório e R$ 300 mil para aquisição de monitores multiparamétricos. A construção do novo almoxarifado libera espaço da antiga maternidade, permitindo que os atuais 24 leitos obstétricos sejam destinados a outras especialidades.

Vão para o Hospital Regional do Sudoeste R$ 1.240.000,00, que servirão para a compra de monitores (R$ 440.000,00), respiradores (R$ 600.000,00) desfibrilador (R$ 20.000,00), além de R$ 180.000,00 que serão aplicados na instalação de ar condicionado do Centro Obstétrico e do Repai.

Para os hospitais Zona Norte e Zona Sul de Londrina serão destinados R$ 160.000,00, também para adequação de ar condicionado. O Hospital de Reabilitação terá R$ 900.000,00 para compra de tomógrafo e R$ 2.000.000,00 para ar condicionado, perfazendo R$ 2.900.000,00.

Para o Hospital Infantil de Campo Largo serão destinados R$ 1.124.500,00, a serem utilizados na compra de monitores (R$ 600.000,00), ventiladores (R$ 360.000,00) e incubadoras (164.500,00).

Para o Hospital do Trabalhador, R$ 721.000,00, que serão divididos entre a compra de autoclave (R$ 84.000,00), termodesinfectadora (R$60.000,00), seladora (R$12.000,00), lavadora ultrassônica (R$ 10.000,00), ar condicionado (R$ 35.000,00) e arco cirúrgico (R$ 280.000,00), além de R$ 240.000,00 para aplicação na ampliação da Central de Material.

O Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Lábio-Palatal – CAIF- será beneficiado com R$ 205.000,00 para adequar a área física existente, incluindo troca de telhas, nova entrada de energia elétrica de acordo com a nova legislação, pintura e outras reformas necessárias.

Leia mais

Dinheiro da Assembleia vai para hospitais públicos do Paraná