O líder da Oposição na Assembleia, deputado Élio Rusch (DEM) criticou ontem a possibilidade de redução da tarifa de pedágio em troca da prorrogação de contrato das concessionárias.

“Essa negociação não está voltada aos interesses da coletividade. Beneficia a sociedade com a redução do pedágio, mas em contrapartida terá que estender o contrato por mais vinte e cinco anos, quando sabemos que dentro de alguns anos o contrato irá se encerrar e as rodovias retornarão sem ônus ao
Estado”.