O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB) anunciou, no início da sessão desta segunda-feira a resolução que suspende todas as gratificações pagas a servidores da Casa e anula todas as efetivações feitas a partir de 1992.

Rossoni explicou, ainda que as efetivações feitas entre 1988 e 1992, com base em uma lei sancionada pelo ex-governador Roberto Requião (PMDB), que já foi considerada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal, serão analisadas caso a caso, com a possibilidade de uma nova Ação Direta de Inconstitucionalidade contra as nomeações.

Segundo Rossoni, 10 servidores já foram identificados em situação irregular. A Assembleia estima que outros 60 podem ter sido contratados após 1992 e serão exonerados.Todos esses servidores foram efetivados sem a realização de concurso público.

Mais informações no final da tarde