Foto: Arquivo/O Estado

Requião: ?Fui agredido com montagens?.

No primeiro programa do horário eleitoral gratuito do segundo turno da campanha eleitoral, exibido ontem nas emissoras de televisão, o governador licenciado Roberto Requião (PMDB) e o senador Osmar Dias (PDT) mostraram suas origens e tentaram consertar pontos fracos explorados reciprocamente no primeiro turno das eleições.

Requião, que viu seus pontos percentuais nas pesquisas de intenções de voto diminuírem por causa de vídeos mostradas pelo adversário no primeiro turno, retomou o tema para rebater as acusações. ?Fui agredido com montagens e inverdades?, disse. Já Osmar recorreu a trechos do debate realizado pela TV Bandeirantes onde revela que foi convidado por Requião para ser coordenador da sua campanha. Foi uma resposta às críticas do PMDB à sua competência e qualificação.

Requião pediu publicamente perdão à funcionária de uma fábrica que foi alvo de uma brincadeira que, editada pelos adversários, passou a impressão de que o governador desrespeita as mulheres. O governador disse que estava se desculpando não pela brincadeira, mas pelo fato de ter exposto a funcionária e sua família à sanha dos concorrentes. Segundo o governador, a campanha de Osmar Dias não teve escrúpulos e manipulou o material de forma a falsear os fatos para a opinião pública. O programa mostrou ainda depoimentos da mulher sustentando que não se sentiu ofendida com as brincadeiras do governador.

Em outro bloco, o programa mostra todas as ações do governo direcionadas às mulheres e destaca a ampliação da participação das mulheres em posições de comando na gestão do peemedebista.

Números

Foto: Daniel Derevecki/O Estado

Osmar: melhor secretário do Brasil.

Osmar reproduziu sua intervenção no debate da TV Bandeirantes, quando revelou que o governador foi seis vezes à sua casa, tentar dissuadi-lo de ser candidato. E disse que, anteriormente, Requião o considerava o melhor secretário de agricultura do Brasil.

O senador também mostrou no programa o resultado da votação em algumas das principais cidades do estado. Disse que venceu em Londrina, Maringá e Paranaguá e citou sua votação em Curitiba, onde perdeu. Somou a pontuação de todos os candidatos concorrentes ao governo no primeiro turno para reafirmar que a população exige mudança.

Emocional

Além de mostrar a família – Osmar apresentou depoimentos da irmã e dos irmãos e Requião mostrou a mulher, os filhos e o filho de sua empregada doméstica – os candidatos também deram tons emocionais a seus programas. Osmar mostrou um clipe de um violeiro, Carrigo de Antonina, cantando sua história e Requião fez um apelo religioso. Pediu que os paranaenses rezem por ele para que vença as eleições. Devoto de Nossa Senhora Aparecida, aproveitou a data dedicada à padroeira, e clamou por sua ajuda.

Osmar também vinculou sua campanha à de Geraldo Alckmin, o candidato do PSDB à presidência da República. Mostrou o prefeito de Curitiba e coordenador da campanha de Alckmin no Paraná, Beto Richa, declarando seu apoio e dizendo que as duas campanhas são ?casadas? no estado.