Restauração e Manutenção Rodoviária em sete lotes.:

Adrianópolis/Curitiba – R$ 63, 7 milhões

Curitiba/Araucária – Lapa / São Mateus – R$ 50, 8 milhões

Acessos de Campo Mourão – R$ 97,6 milhões

Trecho Marmeleiro/Barracão,: Barracão/Distrito de Marmelândia – R$ 100,2 milhões

Três Pinheiros/ Coronel Vivida/ Pato Branco: Palmital/Laranjeiras do Sul – R$ 149, 8 milhões

Santo Antonio da Platina/Ibaiti/Ventania/Alto do Amparo – Imbituva/ Paulo Frontin R$ 168 milhões

Valor  total R$ 757, 6 milhões.

Valor destinado para projetos – R$250 milhões

Implantação da BR 487- Estrada da Boiadeira (Porto Camargo/Cruzeiro do Oeste) – R$ 250 milhões

Implantação da BR 158 – Campo Mourão/Palmital – R$252 milhões

Implantação rechos da BR 153 – Alto do Amparo/Imbituva (Transbrasiliana) – R$ 150 milhões

Contorno Sul de Curitiba – R$ 120 milhões

Segunda Ponte Brasil/Paraguai e Contorno Leste de Foz do Iguaçu – R$ 330 milhões

Duplicação trecho Curitiba/fazenda Rio Grande (ainda depende de licenciamento ambiental)

Recuperação de 47 pontes em todo o estado – R$ 180 milhões

Retomada do projeto da Ferroste – R$ 7 milhões

Nova pista do aeroporto Afonso Pena, mais adequação de terminal de passageiros, ampliação de terminal cargas e estacionamento – R$ 310 milhões

Ampliação do aeroporto de Foz do Iguaçu- R$ 30 milhões