Mesmo em recesso parlamentar, os deputados gastaram R$ 4,8 milhões da verba indenizatória em janeiro. A maior parte do valor foi usada para pagar despesas com transporte, hospedagem e alimentação. Nesses três itens, a Câmara reembolsou os parlamentares em R$ 1,8 milhão. Os dados são da ONG Contas Abertas.

As despesas com locomoção também foram as maiores feitas pelos deputados durante o ano de 2008. Dos R$ 83,9 milhões reembolsados pelos parlamentares em 2008, R$ 23,3 milhões foram com transporte, hospedagem e alimentação.

Cada deputado federal tem direito a reembolso de R$ 15 mil mensais para despesas em viagens, combustível, manutenção de escritório, consultoria e divulgação da atividade.

No ano passado, 81 parlamentares utilizaram todos os R$ 180 mil a que tiveram direito nos 12 meses. A partir de abril deste ano, a Câmara vai divulgar as notas fiscais das despesas que estão sendo ressarcidas pela Casa.

Além da verba indenizatória, os parlamentares recebem uma série de benefícios atribuídos ao exercício do mandato. Entre eles, está a verba de gabinete, no valor de R$ 60 mil para cada deputado.