O PSOL recorre nesta quarta-feira (29) ao plenário do Senado para tentar reverter a decisão da Mesa Diretora da Casa que arquivou a representação contra o senador Gim Argello (PTB-DF), acusado de envolvimento em esquema de desvio de dinheiro público no Distrito Federal. O senador José Nery (PSOL-AM), autor da denúncia, afirma que a decisão da Mesa favorável a Argello foi tomada sob influência do presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), também acusado de irregularidades.