O PSDB entrou hoje no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com uma representação contra o Instituto Sensus que divulgou ontem pesquisa de intenção de votos para presidente da República. O partido alega que o Instituto descumpriu o prazo estipulado por lei para divulgação do resultado da pesquisa.

A legislação determina que o resultado seja divulgado 5 dias depois da inscrição da pesquisa no TSE. O Sensus inscreveu o levantamento no dia 5, mas alterou dados no dia 9. Portanto, na avaliação do PSDB, a pesquisa só poderia ser divulgada hoje, dia 14.