O deputado Protógenes Queiroz (PC do B-SP) afirmou hoje em seu perfil no microblog Twitter que vai se defender contra o parecer apresentado pelo deputado Amauri Teixeira (PT-BA), que recomenda a abertura de processo disciplinar contra ele no Conselho de Ética da Câmara. “Recebo com respeito e tristeza o parecer do deputado Amauri Teixeira, do PT. Contraria os depoimentos dos delegados e documentos que me inocentam. Vou me defender!”, disse Protógenes no Twitter.

Ontem, ele já havia utilizado a rede social para dizer que o pedido de investigação queria desviar o foco da CPI do Cachoeira. Em mais uma declaração, também pelo Twitter, o Delegado Protógenes se defende, dizendo que “talvez o erro ético maior foi requerer a CPM do Cachoeira e revelar os ladrões desta República e aqueles que se revelam no processo”.

O deputado também acusa o relator da representação, movida contra ele pelo PSDB, de estar cumprindo acordo entre o PT e o PSDB para desviar as investigações da Delta. “Um passarinho me contou agora que o deputado Amauri Teixeira, do PT, cumpriu tarefa do PT em acordo com o PSDB. Querem desviar o foco da corrupção da Delta”. Em outro ele afirma: “Desculpa, mas virei joguete da situação e da oposição”.