A proposta que pode reduzir o preço das passagens no transporte público foi aprovada ontem em Comissão Especial da Câmara dos Deputados. O Projeto de Lei 1927/2003, estabelece a concessão de isenção de PIS e Cofins sobre o faturamento dos serviços de transporte público coletivo urbano e metropolitano de passageiros.

A isenção se estende à aquisição de óleo diesel e gás veicular, de combustíveis renováveis e não poluentes, assim como à compra de chassis, carrocerias, veículos, pneus e câmara de ar usados diretamente na prestação do serviço de transporte coletivo. A proposta seguirá para análise do Senado, informou o deputado André Vargas (PT), representante paranaense na Comissão.