O presidente do Partido da República (PR) em Santa Catarina, Nelson Goetten de Lima, foi preso na tarde de segunda-feira (30) acusado de estupro e aliciamento de menores, crimes que ele nega ter cometido. De acordo com a Secretaria de Segurança do Estado, Lima é suspeito de ter abusado de pelo menos duas adolescentes, uma de 14 anos e outra de 16 anos. Informações iniciais apontam que os crimes eram praticados desde 2009.

A investigação aponta que ele teria convidado as garotas para uma festa em seu apartamento na cidade de Itapema, no litoral norte catarinense. Um homem e uma mulher que supostamente auxiliavam Lima em seus crimes também foram presos. O presidente do PR, de 54 anos, passou a noite na sede da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Florianópolis.