Após um dia de acerto dos novos nomes da sua equipe, a presidente Dilma Rousseff (PT) levou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para a capela do Palácio da Alvorada. A mulher do ministro, a psicanalista Eliane Berger Mantega, acompanhou a visita, junto de um grupo de seis adolescentes. O Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado, observou a cena a distância e viu a presidente Dilma conversar com a mulher de Mantega. A visita à capela durou aproximadamente dois minutos.

Situada ao lado do Palácio da Alvorada, a capela é dedicada a Nossa Senhora da Conceição, com projeto decorativo assinado por Athos Bulcão, “desde a porta de entrada, em alumínio anodizado, as paredes, revestidas de lambril de jacarandá-da-baía folhado em ouro, até a pintura do teto, com símbolos do cristianismo”, conforme descreve a página oficial da Presidência da República. Além de Mantega e familiares, chegou ao Palácio da Alvorada o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Mantega e Cardozo chegaram ao Alvorada por volta das 18h30 logo após o governo adiar o anúncio dos novos nomes da equipe econômica de seu segundo mandato. A agenda oficial de Dilma previa para esta sexta-feira, 21, somente reunião, às 10 horas, com o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante; e despachos internos, às 15 horas, no Palácio do Alvorada. Mas Dilma também teve reunião, pela manhã, com o atual ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Mauro Borges; e o senador Armando Monteiro (PTB-PE), que deverá assumir o Ministério do Desenvolvimento.