Por unanimidade de votos, a 1.ª Câmara Criminal recebeu denúncia formulada pelo Ministério Público contra Carlos Hugo Wolf Von Graffen, prefeito de Telêmaco Borba. Ele teria infringido, por 43 vezes, o disposto no inciso 14.º do Artigo 1.º do Decreto-lei 201/67 – negar execução a lei federal, estadual ou municipal ou deixar de cumprir ordem judicial sem dar o motivo da recusa ou da impossibilidade à autoridade competente.

Outra denúncia foi formulada contra o prefeito de Cantagalo, Matheus Paulino da Rocha. Segundo a denúncia, ele não teria repassado verbas orçamentárias à Câmara Municipal.