A 5.ª secretaria da mesa executiva da Assembléia Legislativa vai ficar com o Pastor Edson Praczyk (PRB), líder do bloco independente. O deputado Reni Pereira (PSB), que havia sido indicado para a posição, foi rifado.

Fustigando

Pereira é integrante de dez comissões permanentes na casa e se fosse para a mesa executiva teria que deixar todas. Como é funcionário da receita estadual e um dos poucos que dominam matérias tributárias, vai continuar nas comissões fustigando o governo estadual com suas análises apuradas sobre a movimentação financeira do Estado. A eleição para a mesa executiva está marcada para a próxima segunda-feira, dia 1.º.