Com o fim do prazo da prisão temporária, o ex-diretor da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) Abib Minguel, o Bibinho, deixou a prisão na noite desta sexta-feira (05).

Ele havia sido preso em Brasília no dia 28 de novembro, por meio de uma operação do Gaeco. Bibinho foi preso quando recebia R$ 70 mil em dinheiro.

Abib Miguel foi condenado a mais de 37 anos de prisão por associação em organização criminosa. O esquema contratava funcionários fantasmas para cargos em comissão na Alep. Os salários para tais funcionários iam para os chefes do esquema.