enkontra.com
Fechar busca

Política

PPS dissolve comissão provisória

  • Por Redação O Estado Do Paraná

A executiva estadual do PPS decidiu promover a dissolução da comissão executiva provisória municipal de Cambé. Uma nova comissão será designada nos próximos dias para comandar o partido no município. Além disso, a executiva vai remeter ofício ao Conselho de Ética do partido propondo a instauração de processo disciplinar contra os vereadores Carlos Roberto Rasteiro, Míriam Martins Araújo e Carlos Alberto Lima.

“Vamos propor a expulsão dos vereadores por motivo de infidelidade partidária e conduta incompatível com o programa do partido”, disse o secretário-geral da executiva estadual, Rubico Camargo, durante reunião da qual também participaram o presidente da executiva, Rubens Bueno, o vice, Amadeu Geara, o tesoureiro Eduardo Jaime, o primeiro secretário Hélio Wirbiski e o deputado Marcos Isfer, entre outros.

“O PPS tem programa e manifesto a orientarem sua ação político-partidária. Quem não segue essas diretrizes estará sujeito às normas previstas pelo estatuto”, afirmou Rubens Bueno. Já nesta semana o presidente do Conselho de Ética, Nelson Vasconcellos Filho, deverá designar um relator para o caso de Cambé.

A comissão de avaliação e acompanhamento relatou à executiva estadual os processos de constituição de novas comissões provisórias municipais. Várias delas foram aprovadas, mas pelo menos três acabaram sendo rejeitadas por não preencherem os pré-requisitos exigidos pela executiva estadual.

Reestruturação

A executiva estadual do PPS decidiu promover uma reestruturação do partido em Londrina. A decisão leva em conta carta que o presidente da executiva municipal provisória de Londrina, Dalcy Mendes, enviou ao presidente do diretório regional, Rubens Bueno, colocando o cargo à disposição da direção partidária.

Para conduzir o processo de reestruturação, Rubens designou o secretário-geral da executiva estadual, Rubico Camargo. Nos próximos dias, Camargo deverá se reunir com lideranças locais do PPS para discutir os termos da composição da nova executiva municipal.

“A constituição da nova direção será norteada por uma diretriz muito clara: o partido terá candidato próprio à Prefeitura de Londrina”, disse Rubico Camargo. “Não vamos abrir mão da candidatura própria, assim como de uma ampla e representativa chapa de candidatos a vereador.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas