O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Durval Amaral (DEM), apresentará hoje, 25, em plenário, o modelo do Portal da Transparência, que será ativado a partir do final de semana, no site oficial da Assembleia Legislativa.

Serão cerca de trinta páginas contendo informações que, até agora, não haviam sido divulgadas ao público, como o uso que os deputados fazem das verbas de ressarcimento, no valor de R$ 27,5 mil mensais.

Amaral fará demonstração na sessão de hoje do portal, que é a principal proposta de campanha do atual presidente da Casa, Nelson Justus (DEM). Responsável pelo projeto, Amaral afirmou que o Portal vai além da prestação de contas das verbas que os deputados recebem para gastar com transporte, telefones, impressos, assessorias e consultorias.

O Portal exibirá também os números dos gastos do Legislativo com seu quadro de pessoal e um comparativo das despesas com o Poder Judiciário, o Ministério Público e o Tribunal de Contas. Não há previsão de publicidade sobre os salários dos servidores comissionados e de carreira. Cada deputado tem verba de R$ 32 mil mensais para contratação de assessores parlamentares.