enkontra.com
Fechar busca

Política

PMDB revoltado com Reinhold Stephanes Junior

  • Por Elizabete Castro

Foto: Aliocha Maurício

Stephanes Junior disse que não se preocupa com o barulho.

Ao votar com a oposição na criação de uma comissão especial para investigar a aplicação das verbas de publicidade pelo governo, o deputado Reinhold Stephanes entrou na mira da liderança da bancada do PMDB na Assembléia Legislativa, que pediu providências da direção estadual do partido contra o deputado. O líder da bancada, Waldyr Pugliesi, disse que a direção do partido deve cobrar uma explicação de Stephanes Junior.  

?Ele não tem nada a ver com o PMDB. As posições dele são de extrema-direita e ainda usou um argumento fisiológico para justificar sua posição?, disse Pugliesi, referindo-se à declaração do deputado, que disse não temer represálias do partido porque não tem cargos no governo, que também não atende seus pedidos. ?Se ele tivesse os cargos e os pedidos atendidos, ele teria votado conosco??, provocou Pugliesi, que citou a possibilidade de expulsão de Stephanes Junior como uma das punições cogitadas na base do partido.

Para Pugliesi, o deputado poderia ter se retirado do plenário na hora da votação ou pelo menos ter avisado que iria votar contra a orientação da liderança da bancada.

O líder do governo, Luiz Claudio Romanelli (PMDB), procurou contemporizar. Disse que Stephanes Junior é um dos deputados mais preparados da bancada e que não vê motivos para uma punição rigorosa, como a expulsão. Para Romanelli, a atitude de Stephanes deve ser avaliada pela executiva estadual.

Liberdade

Stephanes Junior disse que é mais fácil Pugliesi ser expulso do partido do que ele ser forçado a se desfiliar. ?Eu tenho mais votos no partido. Meu pai é vice-presidente nacional?, afirmou o deputado peemedebista, argumentando que apenas usou sua prerrogativa parlamentar ao se posicionar a favor da criação da CEI.

O deputado alegou ainda que não houve uma discussão prévia entre os integrantes da base aliada para definir a posição na votação do requerimento de criação da CEI, apresentado pelo deputado Marcelo Rangel (PPS). ?É senta ou levanta na hora de votar. Não há diálogo. Mas eu não sou vaquinha de presépio?, reclamou.

Providências

A direção estadual do PMDB não se pronunciou diretamente sobre o caso de Stephanes. Em nota divulgada pelo partido, o secretário-geral, João Arruda, informou que está preparando um pacote de medidas, que entre outras coisas deverá acompanhar o desempenho dos deputados estaduais e federais do partido. Ele anunciou, também, que na próxima segunda-feira, dia 4, será apresentada a proposta de funcionamento do Conselho de Ética e Disciplina no PMDB, que poderá analisar a atuação dos deputados estaduais. 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas