Foto: João de Noronha

Waldyr Pugliesi: norma geral.

O PMDB do Paraná discute na próxima segunda-feira, dia 14, um protocolo para guiar as alianças do partido em todas as cidades do estado, nas eleições municipais deste ano.

A intenção é conter os diretórios municipais que negociam alianças fora do espectro ideológico definido pelo partido, que compreende o PT, PV e PC do B. Os peemedebistas paranaenses só terão liberdade total para celebrar alianças e coligações quando estiverem liderando a chapa majoritária ou apoiando candidaturas destes três partidos, explicou o secretário-geral do partido, João Arruda.

O presidente estadual do PMDB, deputado Waldyr Pugliesi, disse que a executiva irá aprovar uma norma geral para as coligações. Aquelas propostas de aliança que fugirem do arco de aliados preferenciais terão que ser aprovadas pelo diretório estadual. Somente serão dispensados do aval da direção estadual as candidaturas próprias e as alianças com petistas, verdes e comunistas.

O aviso sobre a nova regra será anunciado neste sábado, durante encontro regional, em Toledo, com representantes do PMDB da região oeste. Para o secretário geral, a regra é uma forma de estimular o PMDB a lançar candidatos próprios e também de monitorar o cumprimento do protocolo de intenções, firmado no ano passado, com os aliados preferenciais.