O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou nesta quarta-feira (20), mais uma vez, que a Polícia Federal (PF) vai avaliar os pedidos de investigação no setor de Transportes do governo feitos pelos partidos da oposição. Cardozo havia feito a mesma promessa na semana passada e chegou a afirmar que a PF “investiga os Transportes há tempos”.

Segundo Cardozo, qualquer irregularidade encontrada no Ministério dos Transportes e órgãos vinculados durante inquérito realizado pela PF certamente será encaminhada ao Ministério Público para que abra uma ação penal.

“Se a Polícia Federal provar irregularidade, seja de quem for, seguramente apontará para uma ação penal”, declarou o ministro, durante cerimônia de condecoração do “Mérito Santos Dumont”, em comemoração do 138º aniversário do marechal-do-ar Alberto Santos Dumont.

Já o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, que esteve na mesma cerimônia, disse que é “um bagrinho” e, por isso, toma conhecimento das notícias sobre a crise nos Transportes por intermédio dos meios de comunicação.