A Polícia Federal solicitou ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, que conduz os processos relativos à Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal do Paraná, que os presos envolvidos no esquema de corrupção sejam transferidos da superintendência da PF para o sistema carcerário daquele Estado.

A iniciativa deve-se ao número elevado de presos que têm superlotado a carceragem da PF em Curitiba. Os presos da Lava Jato já demonstraram, por meio de seus advogados, preferência por ficar na superintendência quando surgiram boatos de que estavam em situação de constrangimento. Entre os presos estão 11 executivos de empreiteiras, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e o doleiro Alberto Youssef. O juiz ainda não se manifestou.