Para os peemedebistas mais reflexivos, ao “botar para ferver”, Pessuti deu clara e inequívoca manifestação de que não será candidato ao governo do Paraná. Se fosse, ficaria preocupado com as conseqüências de afrontar o ex-governador Roberto Requião.