O prefeito Rafael Greca (PMN) disse, nesta segunda-feira (17), que a tarifa social do transporte coletivo de Curitiba pode subir até R$ 0,29 no ano que vem. De acordo com o prefeito, o valor do reajuste depende da isenção do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o óleo diesel, concedida pelo governo do Paraná.

“Precisamos do Ratinho, ou a passagem vai subir R$ 0,29”, disse Greca em entrevista à rádio Banda B. Ele também condicionou o valor do aumento à aprovação do projeto que permite a extinção dos cobradores do transporte coletivo da capital e ao valor do reajuste que será concedido aos funcionários do sistema.

Em entrevista à Gazeta do Povo no início de dezembro, o prefeito já havia dito que o reajuste da tarifa era inevitável. “Estamos trabalhando para reduzir custos e vamos tentar dar o menor aumento possível. Com certeza haverá reajuste porque não é possível manter a tarifa congelada enquanto os demais preços sobem”, afirmou.

Hoje, a tarifa técnica do sistema de transporte é de R$ 4,71, mas os passageiros pagam R$ 4,25 por causa de um subsídio de R$ 71 milhões concedido pelo governo estadual em 2018.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Valor da passagem de ônibus vai subir em 2019, afirma prefeito Rafael Greca