O líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), protocolou hoje requerimento convidando o ex-secretário-executivo do Ministério da Agricultura Milton Ortolan, o ex-diretor da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) Oscar Jucá Neto e o lobista Júlio Fróes para prestar depoimento sobre as denúncias no Ministério da Agricultura. Os requerimentos foram apresentados na comissão de Agricultura, onde o ministro Wagner Rossi é esperado na próxima quarta-feira.

Ortolan pediu demissão no sábado após reportagem da revista Veja mostrar seu envolvimento com Júlio Fróes. O lobista teria sala privativa no Ministério, teria atuado em processos de licitação da pasta e pago propina a servidores. Oscar Jucá Neto, por sua vez, foi demitido da Conab após realizar um pagamento irregular e saiu atirando contra Rossi afirmando haver um esquema de corrupção no ministério para beneficiar o PMDB e o PTB.

Para Álvaro Dias, a presença do trio na comissão ajudaria o Senado na investigação das denúncias. Ele defendeu que Rossi deixe o cargo. “Em um governo sério, o afastamento é a primeira medida que se toma em casos como esses. A demissão aconteceria se tivesse alguém realmente interessado em fazer alguma limpeza”.