O novo prefeito de Teresópolis (RJ) Arlei de Oliveira Rosa (PMDB) realizou seis mudanças nas secretarias da prefeitura na manhã de hoje. Arlei, presidente da Câmara dos Vereadores licenciado, é o terceiro prefeito a assumir a administração da cidade. Roberto Pinto, que ficou no cargo apenas dois dias, substituindo Jorge Mário, não chegou a consolidar um secretariado. Roberto morreu após um infarto na madrugada de ontem.

Na Secretaria de Desenvolvimento Social assume Graça Granito em substituição a Miqueias Nepomuceno. Emanuel Teixeira assume a Secretaria da Fazenda e Luiz Fernando de Souza Filho assume a Secretaria de Planejamento no lugar de Rudimar Caberlom. Roberto Silva fica com a Secretaria de Defesa Civil no lugar de Maurício Lopes.

As outras mudanças aconteceram na Segurança e na Comunicação Social: Marcos Antônio da Luz e Marco Aurélio de Souza Santos assumiram, respectivamente, as secretarias. Arlei de Oliveira Rosa também decretou luto oficial por três dias na cidade, além de ponto facultativo em repartições públicas e órgãos municipais.

O ex-prefeito interino de Teresópolis, Roberto Pinto (PR), de 67 anos, chegou a ser levado à Casa de Saúde São José, mas morreu enquanto era socorrido. O velório de Roberto Pinto aconteceu no hall da prefeitura e o sepultamento ocorreu às 18h30 de ontem, no cemitério municipal Carlinda Berlim.

Roberto tinha sido empossado na última sexta-feira, após a Justiça decidir manter o afastamento por 90 dias de Jorge Mário Sedlacek, acusado de cometer diversas irregularidades, como uso indevido de dinheiro público na reconstrução da cidade após o temporal que matou 392 moradores, em janeiro deste ano.

Na sexta, o prefeito interino chegou a usar o saguão da casa onde funciona a prefeitura da cidade para exonerar todos os secretários e subsecretários do governo. O ato aconteceu em uma mesa exposta do lado de fora do gabinete porque a sala estava trancada, impedindo qualquer um de entrar.