Chefe da delegação brasileira na 20ª Conferências das Partes sobre Mudança Climática (COP-20), em Lima, Izabella Teixeira, ministra de Meio Ambiente, passou pelo constrangimento de ser barrada por um segurança peruano na madrugada de sábado, quando deixava o complexo onde as negociações climáticas se deram nas últimas duas semanas.

O episódio ocorreu por volta das 3h30 e obrigou a ministra a caminhar até a saída regular usada por todos os demais participantes da COP-20. Izabella reclamava de fortes dores nas costas.

Segundo assessores, Izabella estava acompanhada pelos negociadores brasileiros e pretendia passar pela saída reservada aos ministros. O segurança informou ter recebido ordem para não permitir ninguém sair por ali e recusou-se a atender aos pedidos para que consultasse um superior. Uma carta de protesto foi encaminhada pela ministra neste sábado ao governo peruano, que não se pronunciou sobre o episódio.