A Secretaria de Comunicação Social do Supremo Tribunal Federal (STF) informou que na sessão plenária desta quinta-feira (23) e amanhã não será permitida a entrada de fotógrafos. As fotos destinadas à imprensa serão distribuídas pela própria Secretaria. A razão da proibição não está explicita na nota, mas acredita-se que foi devido a ação de um fotografo do jornal O Globo, Roberto Stuckert Filho, que fotografou as telas dos computadores dos ministros Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski, na sessão de ontem.

O fotógrafo flagrou trocas de e-mails com detalhes sobre os votos que os ministros pretendem dar sobre a denúncia da Procuradoria Geral da República contra os 40 acusados de integrar o esquema de mensalão. Os ministros discutiam até sobre fatos que envolvem a escolha do novo ministro que substituirá Sepúlveda Pertence, que se aposentou.