O retorno de Marcelo Castro ao cargo de ministro da Saúde está formalizado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 18. Decreto com data de ontem nomeia novamente Castro como o titular da pasta. Castro se licenciou do cargo por algumas horas nesta quarta-feira, 17, para participar, como deputado federal, da eleição do líder do PMDB na Câmara para 2016.

A estratégia de Castro serviu para reforçar os votos em Leonardo Picciani (RJ), que conseguiu se reeleger ao posto. Picciani derrotou Hugo Motta (PB), seu único adversário na disputa, por 37 votos a 30. Houve ainda dois votos em branco.