O líder do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP), confirmou nesta noite que a bancada lançará nesta quarta, 17, às 9h30, a candidatura do deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) à presidência da Câmara. “O Arlindo Chinaglia é o candidato de um coletivo, e não só do PT”, disse Vicentinho.

A decisão de colocar oficialmente Chinaglia na disputa contra o líder do PMDB, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi tomada em um almoço nesta tarde. De acordo com Vicentinho, estavam presentes representantes de sete partidos, mas o núcleo duro de apoio ao petista será formado por PCdoB, PDT e PROS. Essas legendas articulam inclusive a formação de um bloco para evitar que o PT deixe de ser a maior bancada da Casa. Formalizado, o bloco terá 109 deputados.

Há ainda conversas em torno do nome de Arlindo que envolvem o PRB ,PSD, PP e PR, além de PHS e PEN. A decisão de colocar Arlindo na eleição foi tomada sem a participação do Palácio do Planalto, que se mantém distante do pleito para evitar mais desgastes com o principal partido da base aliada. Na bancada do PT, o argumento que será usado para tentar vencer Cunha é que o peemedebista não reúne toda a força que propaga e que haverá dissidências entre as legendas que lhe declararam apoio