O governador Jaime Lerner vai se distanciar por alguns dias da crise em que está mergulhado o PFL, desde que o deputado federal Rafael Greca criou um foco de dissidência no partido ao defender sua candidatura ao governo. Lerner embarca na próxima terça-feira para os Estados Unidos. Ele vai a Washington assinar contratos de um empréstimo de US$100 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e de uma doação de R$15 milhões com o Banco Mundial (Bird). Lerner passa o feriado de Corpus Christi em território americano, com previsão de retorno no início da próxima semana. É a 48.ª viagem do governador ao exterior nos sete anos de mandato.

É também a segunda viagem este ano em que Lerner é substituído no cargo pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Vicente Troiano Neto. No início de maio, o governador esteve em Nova Iorque e Troiano Neto assumiu o Palácio Iguaçu devido ao impedimento eleitoral da vice-governadora Emília Belinati (PFL) e do seu sucessor imediato, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Hermas Brandão (PSDB).

A legislação torna inelegíveis os candidatos às eleições de outubro que assumirem cargos no Executivo. Emília postula uma candidatura ao Senado e Brandão é candidato à reeleição como deputado estadual.