A 2.ª Vara Criminal Federal de Curitiba/PR, atendendo a pedido do Ministério Público Federal, decretou, ontem nova prisão preventiva contra Hélio Renato Laniado, que foi acusado da prática de crimes financeiros na ação penal 2003.7000051547-7. Segundo consta na referida ação, o acusado seria responsável pela movimentação de cerca de US$ 698.959.980,02 no período de 1996 a 1998 em conta mantida em nome de off-shore na agência em Nova York do Banco do Estado do Paraná S/A – Banestado.

A movimentação foi feita sem qualquer declaração ou controle por parte das autoridades públicas brasileiras, havendo indícios de que se trataria de operações no mercado de câmbio paralelo, ambiente propício à prática de crimes financeiros, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Hélio Renato Laniado já teve sua prisão decretada em outra ação penal e está foragido desde, pelo menos, 12 de abril de 2005, o que, dentre outros motivos, levou à decretação de nova prisão.