O presidente nacional do PSDB e pré-candidato à Prefeitura de São Paulo, José Serra, poderá comparecer ao ato de encerramento dos encontros regionais do partido no Paraná, que acontece amanhã à noite em São José dos Pinhais e reúne filiados de toda a Região Metropolitana. O convite foi feito pelo presidente do diretório regional tucano e vice-prefeito de Curitiba, Beto Richa, pré-candidato à sucessão do prefeito Cassio Taniguchi (PFL) nas eleições de outubro.

Serra virá a Curitiba atendendo convite do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), para fazer uma palestra agendada há dois meses sobre “Propostas para a Retomada do Desenvolvimento”. O evento acontece às 9h, no Buffet do Batel, e ontem à tarde o número de participantes inscritos já passava de 600. Beto Richa negou que a vinda de Serra possa servir para o anúncio oficial das coligações que o PSDB fará em Curitiba ou do pré-candidato a vice em sua chapa.

Alianças

As conversas, segundo Beto, estão bem adiantadas e incluem o PSB, o PL e o PP. Principalmente o primeiro, que tem como pré-candidato a prefeito o deputado estadual Luciano Ducci. Ex-secretário municipal de Saúde e no exercício de seu primeiro mandato, o desempenho de Ducci nas pesquisas eleitorais vem surpreendendo.

Na última semana, cresceram as especulações de que uma aliança poderia juntar na mesma chapa Beto e Ducci. Para isso, contribuiria a afinidade ideológica e dos próprios grupos políticos que os dois integram. PSDB e PSB marcaram suas convenções municipais para o mesmo dia: 26 de junho. Mas o anúncio da coligação, se ela se concretizar, deverá ser feito antes dessa data.

De qualquer maneira, as noticias sobre o bom andamento das negociações entre tucanos e socialistas estariam preocupando principalmente o PFL, que também teria planos de atrair Ducci para a chapa de seu pré-candidato Osmar Bertholdi. As conversas pré-eleitorais prometem se intensificar na semana que vem, quando Ducci vai a Brasília para uma reunião com a executiva nacional do PSB.