Foto: Arquivo/O Estado

Diferença entre Requião e Osmar diminuiu.

Pela primeira vez na campanha eleitoral do Paraná, a pesquisa do Ibope apontou a realização de um segundo turno entre o governador licenciado Roberto Requião (PMDB) e o senador Osmar Dias (PDT).

Os números divulgados ontem mostram que, levando-se em conta apenas os votos válidos, Requião tem 46% das intenções, insuficientes para uma vitória já neste domingo. Do dia 22 até ontem, ele teve uma baixa de 4 pontos percentuais, saindo de 47% para 43%.

Ao contrário, seu principal adversário conseguiu subir de 28% para 33%. É seguido por Rubens Bueno (PPS), com 9% das preferências, e por Flávio Arns (PT), com 6%.

A candidata Ana Lúcia Pires (PRTB) e o representante do PV, Melo Viana, têm 1% cada. Os votos brancos, nulos e indecisos somam 7%. Os demais candidatos – Luiz Adão (PSDC), Antonio Forte (PSL), Ivo de Souza (PCO), Luiz Felipe Bergmann (Psol) e Jorge Martins (PRP) – não pontuaram. Foram ouvidos 1.750 eleitores entre os dias 28 e 30. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

O instituto Datafolha, que ouviu 2.130 eleitores entre os dias 29 e 30, aponta um empate técnico, com Requião somando 50% dos votos válidos. Nessa sondagem, o governador licenciado aparece com 45% das intenções de voto. Osmar Dias está com 31%; Rubens Bueno, 8%; Flávio Arns, 5%; e Ana Lúcia Pires, 1%. Os votos brancos, nulos e indecisos somaram 8%. Os demais candidatos não pontuaram.

Na disputa pelo Senado, ambas as pesquisas apontam vitória do senador Alvaro Dias (PSDB), que tenta a reeleição. No Ibope ele aparece com 48% das intenções de voto e no Datafolha com 45%. É seguido pela candidata do PT, Gleisi Hoffmann, que tem 35% nos dois institutos.