O Ministério da Justiça autorizou a permanência de homens da Força Nacional de Segurança Pública no Mato Grosso do Sul , por mais 90 dias. Eles vão dar apoio ao trabalho da Polícia Federal (PF) em terras indígenas no estado. Assinada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a portaria que autoriza a prorrogação está na edição desta segunda-feira,27, do Diário Oficial da União.

O Departamento de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF solicitou o apoio alegando a necessidade de garantir a ordem pública em terras indígenas no estado, especialmente no município de Dourados, onde a Força Nacional vem trabalhando para reduzir os índices de violência contra a comunidade indígena.

O Diário Oficial publicou também portaria assinada pelo ministro da Justiça garantindo a permanência da Força Nacional de Segurança Pública no estado de Goiás, em apoio à Secretaria de Segurança e Justiça. O contingente tem atuado no policiamento ostensivo e no apoio à Polícia Judiciária próximo ao Distrito Federal em cidades onde há altos índices de criminalidade.

O Ministério da Justiça autorizou ainda a participação do Grupamento de Busca e Salvamento da Força Nacional em ações nas áreas atingidas pelas enchentes no Acre. As informações são da Agência Brasil.