O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu nesta quarta-feira (11) a descriminalização da posse de maconha para uso pessoal na abertura da 3ª Reunião da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia. A proposta está na declaração da comissão, que será levada à Organização das Nações Unidas.

“Nosso objetivo é abrir o debate para acabar com o tabu. Essa história de guerra contra as drogas não resolve. É preciso ter outras ações que levem à redução da demanda”, disse FHC. O tema será discutido pela comissão com governantes do continente. “A posição do governo brasileiro, que eu saiba, não é contrária”, disse o ex-presidente.