enkontra.com
Fechar busca

Política

Indisponível

Justiça do Paraná bloqueia R$ 166 milhões em bens da Família Richa

Juiz determinou indisponibilidade de ativos financeiros pertencentes ao ex-governador do Paraná Beto Richa, à ex-primeira-dama Fernanda Richa, ao estudante André Richa, filho do casal

  • Por Catarina Scortecci - Gazeta Do Povo
Ativos financeiros de Beto, Fernanda e André Richa estão indisponíveis por determinação da justiça. Foto: Marcelo Andrade/Arquivo/Gazeta do Povo
Ativos financeiros de Beto, Fernanda e André Richa estão indisponíveis por determinação da justiça. Foto: Marcelo Andrade/Arquivo/Gazeta do Povo

O juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro determinou a indisponibilidade de ativos financeiros de qualquer natureza, até o limite de R$ 166 milhões, pertencentes ao ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), à ex-primeira-dama Fernanda Richa, ao estudante André Richa, filho do casal, e a duas empresas da família, a BFMAR Participações S/A e Ocaporã Administradora de Bens Ltda.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O contador da família Richa, Dirceu Pupo Ferreira, também foi atingido pela decisão. No caso dele, que está preso, a indisponibilidade de ativos financeiros se refere a um limite de R$ 4,5 milhões.

O bloqueio, determinado a pedido do Ministério Público Federal (MPF), ocorre no âmbito da Operação Integração, um desdobramento da Operação Lava Jato. De acordo com o MPF, Dirceu Pupo Ferreira utilizaria dinheiro de propina, pago pelas concessionárias de pedágio a Beto Richa, na compra/venda de imóveis, atividade central das empresas da família Richa. O MPF calcula R$ 2,7 milhões de propina.

Na Operação Integração, Beto Richa e o contador já são réus pelos crimes de corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro; Fernanda e André Richa são réus por lavagem de dinheiro. Todos os quatro rejeitam as acusações do MPF. As ações penais tramitam na 23ª Vara Criminal de Curitiba.

Além do bloqueio dos ativos financeiros, o magistrado também determinou a indisponibilidade “de quaisquer outros bens ou valores sob guarda, depósito ou administração da instituição financeira, tais como ações, participações em fundos de ações, letras hipotecárias ou quaisquer outros fundos de investimento”. Também houve indisponibilidade dos bens imóveis e a constrição de veículos. A decisão foi assinada no último dia 28.

Bloqueios do tipo servem para garantir eventual reparação de danos, pagamento de custas processuais e multas.

Ao justificar a decisão, o juiz federal observou que “embora indicativo de dilapidação do patrimônio não seja requisito para o sequestro e arresto de bens, há notícia nos autos de movimentação financeira por parte de Fernanda Richa, que resgatou para sua conta corrente a importância de R$ 614.081,40”. “Não obstante ser do conhecimento público que Fernanda Richa possui elevado patrimônio pessoal, a movimentação financeira de valor significativo no presente contexto pode significar tentativa de esvaziamento de suas contas justamente para evitar possíveis bloqueios judiciais”, escreveu o magistrado.

No início da noite desta sexta-feira (8), a Gazeta do Povo entrou em contato com as defesas dos réus e aguarda um retorno.

Você sabe por que Curitiba também é chamada de CWB? Saiba como surgiu a sigla!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

31 Comentários em "Justiça do Paraná bloqueia R$ 166 milhões em bens da Família Richa"


General
General
14 dias 23 horas atrás

Tem que colocar a família na cadeia. Bloqueio de bens fica fácil, mostra que o crime compensa…..roubo 1 bilhão, bloqueiam 166 milhões….parem com isso…coloquem os caras em cana já.

Raul Mattos
Raul Mattos
15 dias 5 horas atrás

E pensar que o pai dele era um político honesto. Espero que devolvam o que roubaram e deveriam ser presos, que é o lugar de quem rouba.

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
15 dias 4 horas atrás

será que era mesmo? naquela época não tinha internet era muito mais fácil de esconder… olha o requião e o lerner… ninguém pega..

General
General
14 dias 23 horas atrás

kkkkkk……kkkkkkkkk….politico honesto….kkkkk….kkkkkk….vai pra casa padilha….kkkkk….kkkkkk

Gilnei Machado
Gilnei Machado
15 dias 6 horas atrás

Família Tico-Tico.

Tiago Ribas
Tiago Ribas
15 dias 10 horas atrás

A família vip do prédio de luxo no bairro Ecoville enriqueceu às custas do dinheiro público, vergonha! Aposto que estão na vida boa, pois sabem que não vão ser facilmente presos, já esconderam a grana em algum canto e agora só empurrar os processos à banho maria!

Futebol Paranaense
Futebol Paranaense
15 dias 10 horas atrás

Politica não é profissão, não da pra viver na idade média em que se passava o titulo de nobreza para o filho, e tem gente que votou no filho dele pra deputado, ou seja quanto mais uma familia fica no poder mais corruptos eles se tornam, não deveria existir reeleição, nem eleição de filhos e netos.

1 2 3 5
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas