O ex-diretor presidente, acionista, controlador e membro do Conselho de Administração da Unipar Carbocloro, Frank Geyer Abubakir, depõe à CPI da Petrobras na condição de investigado e já adiantou que irá se manter em silêncio às perguntas dos parlamentares. “Peço a compreensão de que, em face a inquérito policial do qual faço parte, me vejo impossibilitado a responder perguntas”, limitou-se a dizer.

Em depoimento à Justiça, o doleiro Alberto Youssef contou que a Unipar pagou R$ 18 milhões em propinas a gerentes da Petrobras em troca de vantagens em contratos com a estatal na área de petroquímica.