A pré-candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva, disse hoje em Curitiba considerar correta a decisão do Copom de aumentar em 0.75% a Selic. “É correto para fazer o esforço de controle da inflação”, disse. No programa de governo do PV, Marina disse que trabalhará com o “tripé que vem dando certo”: meta de inflação, superávit primário e câmbio flutuante.

A pré-candidata disse que, antes de se discutir a criação de Ministérios novos, conforme proposto pelo pré-candidato do PSDB, José Serra, é preciso criar infraestrutura. “Criar mais Ministérios é ir empilhando sem cuidado com a gestão”, disse.

Ela lamentou a decisão do PSB de retirar a pré-candidatura do deputado federal Ciro Gomes (CE). “Foi feita uma operação de guerra para não permitir que o partido lhe desse a legenda”, afirmou. “Prefiro correr o risco de ser avaliada entre muitos do que fechar o leque entre poucos”.

Marina Silva ressaltou até o dia 17 de junho estará afastada do Senado, com o objetivo de trabalhar na proposta programática do partido.