Numa conversa entre as presidentes Dilma Rousseff e a Cristina Kirchner, da Argentina, enquanto ainda havia um dos microfones ligados, Dilma afirmou que a nomeação dos ministros para seu segundo mandato “está muito difícil”. O diálogo, de 35 segundos, ocorreu enquanto elas se despediam após o fim da reunião do Mercosul e foi gravado pelo portal do Estadão. Cristina perguntou a Dilma os novos ministros seriam anunciados nesta quinta-feira, 18.

“Não, vou tomar posse no dia primeiro de janeiro”, respondeu Dilma. Em seguida, Cristina repetiu: “Não vai anunciar o gabinete amanhã?”. Dilma retrucou: “Não, estou a formá-lo. É muito difícil. Você não sabe como é difícil no Brasil”. As duas sorriram, após um beijo e Cristina afirmou “Boa sorte”.

As duas presidentes participaram nesta quarta da 47ª reunião de cúpula do Mercosul, na Argentina.