Com ataques ao PT, os vereadores do PV Gilberto Natalini e Ricardo Teixeira anunciaram apoio nesta noite ao pré-candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo José Serra. Em evento que contou com a participação de militantes tucanos e verdes no Círculo Militar de São Paulo, os parlamentares elogiaram o ex-governador de São Paulo e atacaram o que chamaram de tentativa de hegemonia do PT. “Ele é o único que tem condições de fazer com que o Brasil não fique vermelho”, afirmou Teixeira. “Nós vamos influenciar o futuro e impedir com que o PT seja hegemônico no Brasil”, acrescentou Natalini.

Os dois vereadores trocaram o PSDB pelo PV no ano passado após racha entre a bancada tucana na Câmara Municipal e aliados do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Apesar da manifestação de apoio dos vereadores, o PV ainda não definiu se apoiará o PSDB em São Paulo. A sigla que em 2004 se aliou à candidatura de José Serra à prefeitura de São Paulo, deve se reunir na próxima segunda-feira (12) para discutir o cenário eleitoral de São Paulo. Ainda que o partido tenha pré-candidatos na capital paulista, a tendência, segundo lideranças do PV, é fechar o apoio ao PSDB, o que deve ser feito após as prévias tucanas, marcadas para o dia 25 de março.

Em breve conversa com jornalistas, Serra lembrou que tem uma boa relação com o PV e que vê com interesse um acordo entre as duas siglas. “Evidente que interessa, mas não está nada definido”, disse. Em discurso, o ex-governador se mostrou confiante na aliança: “Nós vamos ter, se Deus quiser, uma aliança com o PV”. Em outro momento, acrescentou: “E faremos um governo de conjunto e não de loteamento (de cargos).”

O pré-candidato do PSDB reafirmou que a eleição municipal não será “moleza” e ressaltou que o importante é que, durante a campanha eleitoral, sejam debatidos temas da cidade. O evento também foi organizado pelo deputado federal Walter Feldman (PSDB-SP).