Foto: João de Noronha

Justus: visita oportuna.

A convite do governador Roberto Requião (PMDB), uma comitiva de diretores da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) visita hoje o Porto de Paranaguá. O diretor geral da Antaq, Fernando Fialho, o superintendente dos portos, Celso Quintanilha, e o procurador jurídico da agência, Aristarte Leite, tomam café da manhã na Granja do Cangüiri, com o governador Roberto Requião (PMDB), e depois viajam a Paranaguá, onde vão conhecer as intalações do terminal portuário paranaense.

Desta vez, os diretores da Antaq vêm em missão de paz e não de fiscalização. A agência, que já produziu vários relatórios apontando falhas na operação do porto, a partir de denúncias de deputados federais e entidades empresariais, virá conferir as medidas adotadas pelo governo estadual, classificadas como saneadoras. Segundo o governo do Estado, o Porto de Paranaguá, que era deficitário, tem hoje um superávit de R$ 260 milhões que permitiu a realização de várias obras de infra-estrutura. Requião levou estes dados à direção da Antaq, na semana passada, quando esteve em Brasília e convidou os diretores da agência para visitar o porto.

Relações Públicas

Um grupo de deputados estaduais também estará hoje no Porto de Paranaguá. Será uma visita técnica como outras já promovidas pelo superintendente do porto, Eduardo Requião, que tem levado prefeitos e empresários de todo o estado ao terminal, para conhecer as instalações.

No roteiro dos deputados está uma visita ao terminal público de álcool, ao cais e ao Terminal de Contêineres de Paranaguá. Será também a primeira visita amistosa dos deputados ao porto, que já foi alvo de uma CPI na Assembléia Legislativa, na legislatura anterior.

O presidente da Assembléia Legislativa, Nelson Justus (PTB), estará entre os deputados que vão ao porto. ?É muito oportuna essa visita dos deputados, para que todos tenham conhecimento do dia-a-dia do porto. É muito fácil a crítica pela crítica, sem saber das dificuldades e dos avanços?, destacou.