Até o início da tarde deste domingo, 26, o interior do Amazonas teve registrados pelo menos três crimes eleitorais envolvendo dinheiro, materiais de campanha e até drogas, de acordo com as polícias Civil e Militar. Na capital Manaus, aproximadamente 800 bares foram notificados aos descumprirem a Lei Seca.

O principal caso ocorreu no município de Lábrea (a 702 quilômetros a sudoeste de Manaus), onde um homem foi detido na madrugada deste domingo com R$ 1,7 mil e santinhos. O suspeito, que é motorista, foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil. De acordo com a polícia, ele portava materiais de campanha do candidato Eduardo Braga (PMDB).

Ainda em Lábrea, um caminhão que transportava eleitores até as zonas eleitorais e continha materiais de campanha foi apreendido no início da tarde. O motorista foi detido e a polícia investiga as origens do ato.

Em Tabatinga (a 1.108 quilômetros a oeste da capital), cidade que faz fronteira com Colômbia, um homem e um menor de idade foram detidos portando R$ 73 mil em espécie e drogas. Ambos foram detidos e estão sendo investigados.

Em Manaus, 800 bares foram notificados por comercio ilegal de bebidas e 40 foram fechados por reincidência do crime. A operação da polícia civil foi deflagrada ainda no sábado pela Polícia Civil.