Em meio às negociações sobre a reforma ministerial, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou nesta segunda-feira que a presidente Dilma Rousseff “tem que estar” com os nomes dos ministros escolhidos até o dia 1º de janeiro, quando toma posse no segundo mandato. “Deve sair algum nome nesta semana. Ela tem que estar no dia primeiro com os ministros designados. Mas hoje é dia 8 (de dezembro), tem muito tempo ainda”, afirmou Falcão na sede do partido em Brasília.

Questionado sobre a disputa pela presidência da Câmara do Deputados prevista para o próximo ano, Rui Falcão defendeu que o partido lance um nome. A escolha da bancada do PT deve ocorrer nesta terça ou quarta-feira. Entre os nomes cotados está o do vice-presidente José Guimarães (CE) e do vice-presidente da Casa, Arlindo Chinaglia (SP).

“O PT vai lançar um nome e vai disputar”, afirmou Falcão. Segundo ele, uma disputa pelo comando da Casa com o principal aliado, o PMDB, é considerada como “natural” pela cúpula do PT. O candidato do PMDB é o líder da legenda na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), desafeto do Palácio do Planalto. Ele oficializou a candidatura na última semana com promessas de reajuste para os deputados e criação de um novo prédio para abrigar os gabinetes.