A presidente Dilma Rousseff está reunida no Palácio da Alvorada, sua residência oficial, com o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. O principal tema do encontro é a Lei Orçamentária de 2016. O projeto precisa ser enviado ao Congresso até o fim deste mês. O encontro se dá apesar de as agendas das duas autoridades não informarem nenhum compromisso oficial neste sábado.

Conforme informou o Broadcast no início da semana, a proposta de orçamento de 2016 deve vir acompanhada de um aprofundamento do corte das despesas com programas considerados caros para ministros da presidente Dilma. Do lado das receitas, serão apresentadas novas projeções com expectativas de aumento de arrecadação com a venda de ativos e aumento de impostos. Caso contrário, a conta para elevar o superávit primário das contas do setor público na direção da meta de 0,7% do PIB não fecha.

Na semana passada, o relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016, deputado Ricardo Teobaldo (PTB-PE), apresentou parecer do texto, colocando a meta para o ano que vem em linha com o que o governo havia anunciado quando alterou parâmetros econômicos para o País. A meta foi reduzida em 65%, sendo estabelecida em 0,7% do PIB. A LDO serve de base para orientar a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA).