enkontra.com
Fechar busca

Política

É hoje

Dia D: Cida precisa decidir se reajusta ou não salário dos servidores

Todos os sinais indicam que a governadora do estado deve propor um percentual menor que o pedido pelos servidores do Executivo – e dado aos funcionários dos demais poderes

  • Por Euclides Lucas Garcia
Deputado Estadual Ademar Traiano e Cida Borguetti, que assume o cargo de governadora do Paraná. Foto: Daniel Caron.
Deputado Estadual Ademar Traiano e Cida Borguetti, governadora do Paraná. Foto: Daniel Caron.

Esta segunda-feira (25) é o dia D para que a governadora Cida Borghetti (PP) decida se dará ou não reajuste salarial aos servidores estaduais. O funcionalismo pede a reposição da inflação dos últimos 12 meses, de 2,76%, mesmo índice que será pago aos trabalhadores dos demais órgãos e poderes do estado. Todos os sinais, porém, indicam que ela deve propor um percentual menor que esse para o Executivo.

Há duas semanas, servidores estão acampados em frente ao Palácio Iguaçu, sede do governo, e garantem que só sairão de lá após o reajuste salarial ser aprovado pela Assembleia Legislativa. Outra pressão sobre Cida é a decisão do presidente da Casa, Ademar Traiano (PSDB), de colocar em votação nesta terça-feira (26), “em qualquer circunstância”, o reajuste aos outros órgãos e poderes. Por duas vezes, os projetos foram retirados da pauta à espera de que a governadora também envie ao Legislativo uma proposta de reposição salarial.

Governo estuda como reajustar o salário dos servidores públicos

Na semana passada, a própria Cida recebeu representantes do Fórum das Entidades Sindicais (FES) para tratar do tema. Os servidores ainda se reuniram com técnicos da Secretaria da Fazenda na tentativa de convencer o governo de que há recursos suficientes para pagar os 2,76% ao funcionalismo.

Aliados do Executivo, no entanto, afirmam que dificilmente toda a inflação do período maio de 2017 a abril de 2018 será reposta. A tendência é que a governadora – para não desagradar milhares de servidores/eleitores – proponha o reajuste “possível, mas não o ideal”.

A justificativa é que não há dinheiro em caixa para quitar promoções e progressões de direito dos servidores (aproximadamente R$ 250 milhões) e, ao mesmo tempo, pagar a reposição integral da inflação (cerca de R$ 530 milhões ao ano). Os recursos disponíveis no orçamento para serem gastos livremente – sem destinação carimbada – em 2018 giram em torno de R$ 500 milhões.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

3 Comentários em "Dia D: Cida precisa decidir se reajusta ou não salário dos servidores"


Carlos Gomes
Carlos Gomes
10 meses 27 dias atrás

Provavelmente vai ceder pois quer ser (re)eleita fim do ano, acho que poderia também melhorar sua imagem com a população e segurar o aumento na energia elétrica

João Cornélio da Silva
João Cornélio da Silva
10 meses 27 dias atrás

Enquanto este bando de l@-drões do dinheiro publico se acharem donos do país, os trabalhadores brasileiros estarão ferrados!!!!!!

Tricolor Tricolaço
Tricolor Tricolaço
10 meses 27 dias atrás

Pronto, deu a mão ao tráia no. Nem com álcool gel limpa mais estas mãos.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas