Valquir Aureliano / GPP
Valquir Aureliano / GPP

Nereu Moura: tiro pela culatra.

Embora saibam de antemão que não adianta reclamar com o governador Roberto Requião (PMDB), os deputados estaduais peemedebistas estão novamente pedindo que ele estabeleça um prazo de afastamento dos cargos para os secretários de Estado que são candidatos no próximo ano e que representam uma forte concorrência para os aliados. No total, já são dezesseis os secretários e diretores de órgãos públicos que freqüentam a lista dos prováveis candidatos à Câmara Federal e Assembléia Legislativa no próximo ano.

"Meio governo será candidato no próximo ano. Por um lado, isso é sintoma de que o governo vai muito bem, caso contrário, ninguém iria querer concorrer", disse o deputado estadual e vice-presidente estadual do PMDB, deputado Nereu Moura. Ele comentou que os deputados desistiram de pedir a Requião que troque já aqueles que serão candidatos em 2006, mas querem, pelo menos, que ele estabeleça critérios para os secretários que permanecerem nos cargos e diga quando devem sair do governo.

Moura afirmou que as pressões anteriores para que o governo fizesse uma reforma para "liberar" os pré-candidatos da equipe teve efeito contrário. O governador não gostou das críticas aos seus auxiliares, acusados de usar seus cargos para angariar simpatias eleitorais para 2006. E quando Requião se irrita, ele faz exatamente o contrário do que foi solicitado, disse Moura. "Se fizermos uma reclamação organizada, o tiro sai pela culatra. Se fizermos qualquer sugestão, ele entende como pressão", comentou o deputado peemedebista.

Lista extensa

Na lista dos integrantes do primeiro escalão que resolveram testar a popularidade nas urnas no próximo ano, é maior a coluna dos que vão concorrer à Assembléia Legislativa: Caito Quintana (Casa Civil), Valdir Pugliesi (Transportes), Luiz Cláudio Romanelli (Cohapar), Padre Roque Zimmermann (Emprego e Relações do Trabalho), Vanderlei Iensen (Chefia de Gabinete do governador), Edson Strapasson (Comec).

Na relação dos futuros candidatos a deputado federal figuram Reinhold Stephanes (Planejamento), Marcelo Almeida (Detran), e Ricardo Gomyde (ParanáEsporte). Indefinidos entre Câmara Federal e Assembléia Legislativa são apontados Luiz Eduardo Cheida (Meio Ambiente), Luiz Carons (Obras), Aldair Rizzi(Ensino Superior, Ciência e Tecnologia),Leonaldo Paranhos (Ipem), Eduardo Baggio (Claspar), Darci Deitos (Codapar) e Algaci Túlio (Procon).